Assembleia de Deus Ministério Belém
PORTAL LARANJEIRAS CAIEIRAS – SP

Rua Luiz Gonzaga Dartora n° 805
Bairro: Laranjeiras - Caieiras
Cultos:

Terças: 19:30h-21:00h / Quintas: 19:30h-21:00h

Domingos: 18:00h-20:00h

Páginas

O PERIGO DA APOSTASIA NA IGREJA




Tivemos nesta manhã uma escola dominical abençoada.
Falando de um assunto muito importante para os dias de hoje.

Introdução: Apostasia em termndos mais simplificados, seria um abandono da fé autêntica para seguir um tipo de fé formada pelos próprios conceitos com intenções individuais no sentido de adquirir vantagens de toda ordem não se importando com as consequências das decisões tomadas. A apostasia no sentido individual, em caso do crente não líder, envolve prejuízos contra a própria pessoa, sem causar maiores estragos na obra. No caso de crente líder a apostasia entra para o lado coletivo e isso poderá trazer grandes prejuízos para toda uma coletividade. O apostata dissolve todos os vínculos com Cristo, motivado por uma condição rebelde e de hostilidade pelas coisas do reino. A apostasia envolve mudanças de ideias, conceitos e princípios da verdadeira doutrina e se associa de uma forma sutil com a causa maligna. A apostasia com relação à heresia, embora alguns associem as duas coisas como sendo uma, na verdade elas têm um conceito totalmente diferente. O perigo da condição do apostata é entrar numa situação totalmente irreversível, ou seja, não volta mais a sua condição de cristão verdadeiro. A heresia tem um atenuante, pois se trata de alguém que cai em erros doutrinários e se ele cair em si, e se redimir poderá alcançar o perdão divino. O rei Acabe ao assumir o reino de Israel se inclinou para o caminho da idolatria adotando a Baal como o seu Deus e essa atitude o levou a apostasia. O que muita gente ignora é que Baal continua sendo deus de muita gente, não naquela forma horrenda daqueles tempos. O Baal de hoje mudou de aparência, mas continua sendo adorado em outras formas, como chaves ungidas, lenços, fronhas, rosas e uma infinidade de parafernálias que o povo é levado a comprar e carregar consigo ou colocar em algum canto da sua casa como forma de ter proteção. Esses objetos ungidos e unções que não vem de Deus inclinam o povo a uma espécie de idolatria que pode chegar a apostasia. Alguns líderes apostatam e agem com enganos, levando o povo a centralizar esses objetos como regra de fé. Na verdade esses objetos ungidos se tornam em amuletos para esses incautos. Muitos querem e buscam milagres a qualquer custo e na realidade esses objetos se tornam verdadeiros Baals em suas vidas, o que pode levá-los a apostasia. Pior ainda é quando o próprio líder passa a ser o Baal nos seus templos, sendo endeusado pelo povo. A adoração a Baal era essencialmente uma religião da natureza, cuja ênfase principal era a fertilidade e prosperidade. Israel deixou-se arrastar pela influência do baalismo incorporando-o a sua fé e os profetas reagiram contra esse tipo de prostituição espiritual. Esse sincretismo envolvia uma fé em Deus e outra voltada e misturada com os deuses cananeus. Deus não divide a sua glória com outrem. 
1 - ELA VEM POR LÍDERES COM TENDÊNCIAS PARA DESVIOS DE CONDUTA 
- I Reis 16.29 E Acabe, filho de Onri, começou a reinar sobre Israel no ano trigésimo oitavo de Asa, rei de Judá; e reinou Acabe, filho de Onri, sobre Israel, em Samaria, vinte e dois anos.
* Quando o líder é tendencioso o povo sofrerá os efeitos disso 
– Provérbios 29.18 Não havendo profecia, o povo perece; porém o que guarda a lei, esse é bem-aventurado
O líder que têm tendências a prática de heresias é reconhecido pelas suas doutrinas distorcidas e os seus vários argumentos enganosos prometendo bênçãos, curas, prosperidade e milagres urgentes, quase sempre usando objetos como ponto de fé. Em suas manipulações buscam tirar o máximo de proveito financeiro do povo. Quem é espiritual e conhece as Escrituras evidentemente não se deixará enganar por esses tipos. Onde não há a verdadeira profecia que é a Palavra de Deus certamente o povo não terá qualquer desenvolvimento espiritual. Na realidade os líderes corruptos não querem que o povo aprenda a sã doutrina, pois esta os desmascararia. É como os romanistas do passado no tempo da inquisição. O povo era proibido de ter qualquer fragmento das escrituras sagradas sob a pena de serem executados. A missa era realizada em latim para que ninguém entendesse e dessa forma idealizaram várias heresias, entre elas a doutrina do purgatório desmascarada por Martinho Lutero. Agindo dessa maneira esses sacerdotes tiravam todo tipo de proveito do povo que se mantinha leigo. Assim agem muitos pastores nos dias de hoje, mantendo o povo na ignorância da palavra que é manipulada para atingirem os seus próprios interesses. 
2 - ELA VEM POR LÍDERES QUE PRATICAM O MAL AOS OLHOS DO SENHOR 
- I Reis 16.30 E fez Acabe, filho de Onri, o que era mau aos olhos do SENHOR, mais do que todos os que foram antes dele.
* Quando o líder tem em si a maldade os efeitos são terríveis 
– 2 Pedro 3.17 Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza;
Os líderes biblicamente devem ser fontes de bênçãos para que o povo possa ser instruído, orientado e confortado. Os líderes corruptos não demonstram essas virtudes para compartilhar com a igreja de Deus. É preciso saber manejar a Palavra da Verdade, pois ela transmite a água da vida, que trás refrigério para as almas que a recebem. O problema é que no meio cristão, há muitos enganadores com mentes cauterizadas e sem escrúpulos difundindo e promovendo erros, pois são elementos vazios desprovidos da verdade que Deus exige. São homens como nuvens que não produzem chuvas, levados pelo vento e não pelo Espírito. Demonstram uma ambição desmedida buscando a glória e vantagens para eles mesmos. Estes homens que escondem a luz verdadeira e promovem trevas neste mundo acabarão se aprofundando eternamente com elas. As trevas foram preparadas para o Diabo e seus anjos e esses instrumentos que ele usa para afastar as almas da verdade terão o mesmo destino desse ser maligno, ou seja, o inferno para toda a eternidade. Esse tratamento de Deus será justo, pois eles em completa apostasia iludem e seduzem o rebanho de Deus.
3 - ELA VEM POR LÍDERES QUE FAZEM ALIANÇAS COM PESSOAS IDÓLATRAS - I Reis 16.31 E sucedeu que (como se fora pouco andar nos pecados de Jeroboão, filho de Nebate) ainda tomou por mulher a Jezabel, filha de Etbaal, rei dos sidônios; e foi e serviu a Baal, e o adorou.
* Quando o líder compartilha com a idolatria está cauterizado 
– Apocalipse 2.20 Mas tenho contra ti que toleras Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria.
Acabe levou e propagou a idolatria com toda seriedade promovendo com isso a apostasia. Casou-se com Jezabel que era devota e praticante do culto aos deuses pagãos. Era uma mulher idólatra, de moral imunda e perversa que se tornou um símbolo da prostituição. A mulher do líder corrupto que apoia e compartilha dos seus atos idólatras passa a ser identificada como uma Jezabel. Acabe aprofundado na apostasia passou a ser dominado por esta mulher. Os perversos sedutores do evangelho também são comparados a Jezabel. Ela foi uma perseguidora dos profetas do Senhor e patrocinadora dos idólatras e falsos profetas. O pecado desses sedutores era desviar o povo para outro tipo de visão totalmente maquinada por eles, distorcendo e manipulando as escrituras para enganar o povo de uma forma sutil e atingir os seus propósitos enriquecedores. Esses homens têm abusado da paciência de Deus e se endurecem em suas maldades. A obcessão no sucesso aparente não dá lugar a qualquer tipo de arrependimento, que é o único meio de se evitar a sua própria ruína e de toda multidão que os seguem.
4 - ELA VEM POR LÍDERES QUE PRATICAM HERESIAS NOS CULTOS A DEUS 
- I Reis 16.32 E levantou um altar a Baal, na casa de Baal que edificara em Samaria.
* Quando o líder perde o temor de Deus propaga as heresias 
– 2 Pedro 2.1 E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
Acabe edificou um altar pagão onde seriam realizados os mais horrendos ritos, sem qualquer temor do que poderia lhe sobrevir. Essa é a condição de muitos líderes atuais que perderam todo temor a Deus e continuam com as suas práticas heréticas em nome do poder e das riquezas que estão acumulando a cada dia. Em todas as épocas da igreja, e em todas as dispensações Deus tem os seus verdadeiros profetas para instruir e conduzir o povo, mas o Diabo também tem os seus falsos profetas para seduzir e enganar os incautos. A ocupação deles é introduzir enganos destruidores, até mesmo heresias abomináveis que são introduzidas sutilmente sob o manto do disfarce da verdade. Os que introduzem enganos destrutivos sobre outros trazem sobre si repentina destruição, pois esses autodestruidores serão destruídos rapidamente. Os que trazem esses enganos destrutivos e corruptivos para as almas simples sofrerão o castigo sem escapatória.
5 - ELA VEM POR LÍDERES QUE PROCEDEM CONTRA A VONTADE DE DEUS 
- I Reis 16.33 Também Acabe fez um ídolo; de modo que Acabe fez muito mais para irritar ao SENHOR Deus de Israel, do que todos os reis de Israel que foram antes dele.
* Quando o líder afronta a Deus, ele espraia a sua loucura 
– Provérbios 13.16 Todo prudente procede com conhecimento, mas o insensato espraia a sua loucura.
O culto que Acabe prestava aos deuses pagãos provocava a ira divina cada vez mais, e ele não se importava se estava ofendendo a Deus ou não. O que Acabe não esperava é que Deus estava preparando uma resposta pelos seus atos, que teria um horrendo desfecho em decorrência das suas supremas maldades. O líder que desenvolve um caráter íntegro e procede conforme os preceitos divinos contidos nas escrituras é o que consegue conduzir o rebanho de Deus com sabedoria, prudência e desenvoltura espiritual. Agora em contraste com o verdadeiro homem de Deus, o líder insensato propala a sua estupidez por tudo aquilo que prega ou faz. Na realidade os falsos líderes são jactanciosos, inchados e convencidos enganando e sendo enganados. Infelizmente o povo ainda é como nos tempos de Jesus, que não O seguiam por causa da doutrina e sim pelos milagres e pela comida.
6 - ELA VEM POR LÍDERES QUE DESOBEDECEM OS MANDAMENTOS DIVINOS - I Reis 16.34 Em seus dias Hiel, o betelita, edificou a Jericó; em Abirão, seu primogênito, a fundou, e em Segube, seu filho menor, pôs as suas portas; conforme a palavra do SENHOR, que falara pelo ministério de Josué, filho de Num.
* Quando o líder recusa ordens divinas conduz o povo a perdição 
– Filipenses 3.19 Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.

A cidade de Jericó foi destruída por Josué, quando Israel entrou na terra prometida e Deus decretou que ela jamais deveria ser reconstruída. Deus proferiu uma maldição para todo aquele que tentasse reedificar esta cidade. Essa atitude de Hiel em edificar a cidade, agravou ainda mais os males nos dias de Acabe. Todo líder que se ocupam e vangloriam com as coisas terrenas agem diretamente contra a cruz de Cristo e o grande desígnio dela. Eles se agradam de coisas terrenas e não têm nenhum prazer nas coisas espirituais e celestiais. Levam o povo a colocar o coração no materialismo deixado-as totalmente insensíveis ao espiritualismo. Precisamos mostrar quão absurdo é os cristãos seguirem esses líderes e serem conduzidos por eles. Devemos dissuadi-los mostrando o terrível destino delas se continuarem nessa prática, pois o fim é a perdição eterna. O caminho parece agradável, mas morte e inferno estão no fim dele. É muito perigoso seguir nessa correnteza de milagres e prosperidade, e que ninguém se iluda com as falsas propagandas desses líderes, pois o destino de todos eles é a morte eterna.